Passo a passo para aposentadoria especial do médico

Passo a passo para aposentadoria especial do médico

Se você é médico já deve saber que sua aposentadoria possui várias peculiaridades. É isso mesmo. E além de apresentar certas particularidades a sua aposentadoria pode reservar algumas dificuldades em relação ao preenchimento dos requisitos e documentações para comprovar o seu direito.

Por isso nesse post vamos explicar o passo a passo para você fazer a aposentadoria mais vantajosa do INSS.

  • Primeiro passo para Aposentadoria Especial do Médico
  • Segundo passo
  • Terceiro passo
  • Quarto passo

Clique agora no botão abaixo e baixe o seu Checklist exclusivo com os documentos para a aposentadoria do médico!

Saiba mais: Aposentadoria do médico

Primeiro passo para aposentadora especial do médico

O primeiro passo para a aposentadoria especial do médico é separar toda a documentação necessária para encaminhar o seu pedido.

Assim, essa documentação serve basicamente para demonstrar a sua exposição a agentes nocivos a sua saúde que podem comprovar o exercício de atividade especial.

Contudo, caso você tenha dificuldades para localizar documentos, um advogado poderá lhe ajudar.

Confira os documentos!

  • Diploma de Graduação e especializações
  • Número de inscrição no CRM e carteirinha com data de inscrição
  • Carnês de recolhimento de contribuições ao INSS
  • PPP – perfil profissiográfico previdenciário
  • Laudos técnicos elaborados no ambiente de trabalho (Ltcat, PPRA ou PCSMO)
  • Notas fiscais de prestação e serviços
  • Portarias e nomeações em concursos
  • Ficha de registro de empregado
  • Recebimento de adicional de insalubridade
  • Laudo de Insalubridade em Reclamatória Trabalhista
  • Perícia judicial no local de trabalho
  • Laudo de Insalubridade em Reclamatória Trabalhista de colega de trabalho
  • Laudo de Insalubridade em Reclamatória Trabalhista de empresa similar e mesma função
  • Perícia judicial por similaridade

Mas já lhe adiantamos que o INSS, e até mesmo o judiciário, muitas vezes pede laudo LTCAT, ou PPRA ou PCSMO, então se você tiver será muito mais rápido a sua comprovação de atividade.

Leia também: Médicos como funcionam os seus direitos

Segundo passo para aposentadoria especial do médico

Dessa forma, com toda a documentação em mãos e sabendo se você já tem os requisitos para requerer a aposentadoria você deve informar isso ao INSS.

Você pode fazer isso de 3 maneiras:

1 – Ligar para o 135 e agendar um atendimento.

2- Fazer o requerimento pelo MEU INSS

3 – Ou, em tempos sem pandemia, comparecer diretamente na agência da previdência social de sua região;

Assim, esse agendamento e ida ao INSS também podem ser realizados por advogado previdenciário munido com procuração, documentos e cópia do seu RG.

Contudo, eventualmente, o INSS poderá solicitar mais documentos, ingressar com o pedido e deixar pendente até a documentação estar completa.

Leia também: Médico que trabalha em clínica particular pode ter aposentadoria especial?

Terceiro passo: Aguardar.

É isso mesmo, após encaminhar toda documentação junto ao INSS você precisa esperar todo o tramite de análise da documentação.

Desse modo, o prazo mínimo é de até 90 dias para obter a resposta. Mas com a pandemia esse prazo pode se estender mais.

Em geral, o INSS tem a política de indeferir (negar) todos os pedidos, apontando qualquer tipo de “defeito” nos documentos.

Assim, os servidores são orientados a explicar que as pessoas não têm direito ao benefício, sendo até convincentes para alguns.

E o pior, com a reforma da previdência surgiram muitas regras de transição. Mas o INSS nem sempre concede o melhor benefício que você poderia receber. Pois o objetivo é lhe pagar pouco.

Então, se o seu pedido for negado, busque rápido ajuda de um advogado especializado. Pois ele saberá qual a melhor solução para você.

Este último passo deveria ser o primeiro pois é MUITO IMPORTANTE.

Leia também: 6 riscos da aposentadoria especial do médico

Quarto passo

Após ter toda a documentação em mãos, procure um advogado especializado em aposentadoria especial para lhe orientar e lhe ajudar a planejar a sua aposentadoria.

Contudo com a reforma da previdência surgiram muitas mudanças e talvez você não saiba a melhor solução para você. Muitas vezes nem o INSS sabe, então não confie.

Desse modo, o advogado especialista saberá qual o melhor momento de requerer a sua aposentadoria, se você completa todos os requisitos e o melhor, saberá lhe orientar para que você não perca dinheiro.

Mas, se você já fez tudo que precisava sem a ajuda de um advogado e o seu benefício foi negado. Ou você pensa que tem algo errado com o valor, ainda temos uma solução:

Caso o benefício seja negado pelo INSS, a via para a obtenção da Aposentadoria Especial é o Judiciário, com ingresso de: Ação de Concessão de Aposentadoria Especial ou Ação de Revisão de Aposentadoria.

Assista ao vídeo: Aposentadoria do médico como comprovar a atividade especial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Clique aqui e Fale Conosco!